O que pode ser considerado alto ou baixo volume de treinamento?

O que pode ser considerado alto ou baixo volume de treinamento?

12 de abril de 2019 0 Por admin

            Uma pergunta que sempre surge se refere ao que pode ser considerado alto ou baixo volume no treinamento para hipertrofia. Na verdade, isso é algo obscuro na ciência, pois nesta área os estudos se limitam a volumes totais bem inferiores aos utilizados na prática. Uma meta-análise conduzida por Schoenfeld et al. (Journal of Sports Science, 2016) analisou os efeitos do número total de séries semanais por grupamento muscular nos ganhos hipertróficos e foram incluídos 15 estudos originais e os autores concluíram que existe uma relação de dose-resposta para o número de séries por grupamento. Dez ou mais séries por semana produziram ganhos superiores a 5-9 séries que resultaram em ganhos maiores que 5 ou menos séries.

            No entanto, esta meta-análise incluiu apenas 2 estudos em treinados, que na verdade não eram tão “treinados” assim. Estudos de intervenção em indivíduos realmente treinados são muito escassos, em atletas de alto rendimento como fisiculturistas são praticamente inexistentes. Porém, um consenso na literatura se refere a necessidade de aumentar o número de séries de acordo com a melhora do condicionamento e avanço no nível de treinamento dos praticantes. Apesar de se especular que existe um limite ótimo para o número de séries, a literatura e a prática não apontam um limite onde um número excessivo seria prejudicial, respeitando-se o nível de treinamento do praticante.

            Sabendo que na prática de atletas de alto rendimento são utilizadas até 100 séries por grupamento com sucesso, e com base na literatura atual, podemos dizer que até 5 séries por semana pode ser considerado baixo volume (recomendado para iniciantes), de 5-9 séries volume moderado (intermediários), 10-20 séries alto volume (avançados) e 20-50 séries ou mais por semana, volumes extremamente elevados (atletas).

Belmiro Salles

Belmiro Salles