Quais os desafios para transformar uma pequena ou média academia rentável nos dias de hoje?

Quais os desafios para transformar uma pequena ou média academia rentável nos dias de hoje?

12 de abril de 2019 0 Por admin

Os empresários de pequenas e médias academias no Brasil sabem que empreender não é tarefa fácil. É necessário competir com marcas renomadas do mundo fitness. E com formação na área de atuação, no caso, educação física, muitos proprietários de estabelecimentos sequer conhecem os desafios do seu caminho. Fica muito mais difícil encarar uma situação quando você não a reconhece. Assim, tomar consciência dos percalços encarados pelas pequenas e médias empresas brasileiras é um passo crucial para vencê-los em busca de mais reconhecimento de mercado, de mais lucratividade e de mais sucesso em geral.

Pelos olhos do Ceo da Leo Cabral Consultoria, Leonardo Cabral, experiente educador físico, especialista em fisiologia do exercício, que há 11 anos trabalha na área de inovação e design estratégico de empresas, vamos listar aqui os cinco maiores desafios que um dono de academia vai encontrar e como enfrentá-los!

  1. Planejamento e Gestão Estratégica do negócio

É necessário ter uma análise estratégica do mercado de forma competitiva, o empresário, muitas vezes, está focado apenas em vender, mas a venda faz parte do processo, mas não é todo o processo. Sem Plano de Ação, você não chega a lugar algum. Por isso, se ainda não fez, essa é a hora de revisar o seu planejamento e montar um bom plano estratégico. Avalie a situação na qual sua empresa está inserida e identifique oportunidades, riscos, dificuldades e diferenciais. Trace planos de acordo com diferentes cenários, adotando tanto uma visão mais otimista como uma visão mais negativa. Aproveite para dividir o objetivo maior de sobrevivência à crise em metas menores, como aumento do faturamento ou de novos clientes.

  • Planejamento e Gestão financeira

Determine quais são as necessidades financeiras do seu negócio e avalie as possibilidades de investimento. É essencial que se faça a gestão dos custos para que a academia tenha margens maiores. Você também vai precisar atuar ativamente nos gastos e custos gerais da empresa. Não é o momento de desperdiçar qualquer tipo de recurso, então é preciso que você invista em uma estrutura mais enxuta. Comece mapeando processos do seu negócio e descubra o que poderia ser eliminado e o que poderia ser melhorado. Encontre, também, as principais fontes de despesas do seu negócio, identifique os gastos essenciais e os que não são, e quais podem ser diminuídos. Repense sua relação com fornecedores. Para isso, faça cotações com empresas de qualidade equivalente e veja qual delas oferece as melhores condições para o seu negócio. Não menos importante, é fundamental que toda a empresa se envolva com a política de redução de custos. Desde a alta administração até os funcionários em hierarquias mais baixas, todos precisam estar comprometidos em diminuir a estrutura de custos da empresa.

  • Gerir

Realizar a gestão depende de que a execução de fato aconteça, mensurar resultados das ações que estão sendo feitas, se elas estão indo na velocidade e ritmo adequados e corrigir, tem de fazer controle, e não se esquecer de realizar os ajustes.

  • Qualidade da entrega do serviço

O serviço prometido tem de ser entregue com qualidade. Sempre se colocando no lugar do consumidor.

  • Inovação como chave mestra do negócio

O mundo está em constante mudança, ter uma cultura de inovação é um desafio encarado por boa parte das empresas no Brasil, e os próprios empresários reconhecem isso. Inovar desde o modelo de negócio até na forma de ofertar serviço. Inovação requer pesquisas, melhorias e investimentos, muitos empresários brasileiros acabam encarando como custo o que deveria ser levado como investimento. A inovação, entretanto, é indispensável para que a empresa se mantenha relevante para as necessidades apresentadas por seus consumidores.

                                               por Flávia Landim